12.15.2004

:P

FROID?S ASSIM

Dia como tantos outros, fiz uma caminhada básica até a parada para pegar um ônibus meio lotado parar na rodoviária e ir de lotação para a UnB.Parei no CA (Centro Acadêmico) e no caminho do CO(Centro olímpico) caiu um toró daqueles.Dancei(como sempre tentando pelo menos rsrsrrsrs)ensopada, e na volta peguei um ônibus super cheio de gente que por causa da chuva que já tinha passado não queria abrir uma janela.Dava pra sentir o bafo da galera e a concentração de CO2 aumentando drasticamente.Conversei,aliás algumas coisas com a quel pelo msn,o que ela fala faz muito sentido.Fiz nada da monografia hoje e agora to com uma dores dessas que só gente velha tem(reumatismo)mas que na minha família agente já nasce tendo.Vou para a casa do meu amore.Amoreh essa música eh para vc :P

Jorge Vercilo - Em Órbita (Cifrada)
(Zeppa & Jorge Vercilo)

Quero ter você pelo simples fato de ter tudo a ver,
não dá pra disfarçar.
Céu do bem-querer
tua boca linda, lua sobre o mar.
Decifra-me ou te devoro!
Sabe ler meu olhar ?
Fissura é pouco, amor.
Eu sinto que é mais fundo que o mar.
Êxtase, frenesi.
É todo meu viver
em órbita à dias por você
Quero ter você
muito mais que um dia, eu sonhei querer.
É só você chegar
pra me enlouquecer,
brilho espontâneo de oceano e mar
e um Mediterrâneo no

azul do olhar, ah, meu Deus!
Deslumbre é pouco, amor.
Eu digo que é mais fundo que o mar.
Êxtase, frenesi.
É o céu no meu viver
em órbita à dias por você

Sabe ler meu olhar?
Fissura é pouco, amor.
Eu sinto que é mais fundo que o mar.
Êxtase, frenesi.

É todo meu viver
em órbita até pousar, em órbita até descer
em órbita à dias por você

Nenhum comentário: