2.28.2005

Melancolia



Melancolia

Do vazio que me cega às horas

Preenche as mágoas e derruba os ventos
E dessa nova história que transborda agora
Nasce um “preencher” que não entendo
Dito entre palavras e faces que inventei

Criadas em mim, mas não me lembro.

Parido entre as dores de uma abafada agonia
Como se outra agora eu também fosse.
Outras e tantas outras que me tentam transpassar.

Outras que sem palavras se descrevem sendo eu,
E nem eu, com palavras infinitas poderia.
Provando que me conhecem (e eu nada conheço)
Que me são por inteiro...
E eu a parte alguma pertenço.

Lara

PS:Pois eh...O egoísmo voltou e hoje não penso em mais nada, senão no vazio das coisas e dos meus pensamentos.
Tenho me ocupar logo,e começar a valorizar a vida exelente que eu tenho, as oportunidades que me são dadas e as pessoas maravilhosas que estão no minha vida.A quem se importa, não se preocupem, quem me conhece a mais tempo sabe que isso não é nada grave e que no próximo segundo posso estar dando pulos de alegria, tão sem motivos quanto essa melancolia toda que expresso aqui.
O cursinho lá no processus tá indo meio leso,ainda não vinga ao preço rsrsrsrsrs mas vamos ver,pelo menos estou revisando matemática básica rsrsrrsrsrsrsrsrrs. Enfim,bjokas a todos(em espcial ao Cícero-Mais que beijokas me anjo lindo rsrsrsrsrrsrs-)
Posted by Hello

3 comentários:

Anônimo disse...

linda foto =D

as coisas nem sepre andam como devem, mas a condição de mudar, muitas vezes está mais ao nosso alcance do que pensamos, basta ter coragem...

Quel

malakl disse...

Bjs minha Princesa... E tudo aquilo q vc quiser heheheh sou teu servo minha linda! bjs!

Anônimo disse...

Boa foto... Se o retrovisor estivesse limpo, entao! hehehe
Brincadeira.

FeLiPe