2.13.2005

Possibilidade

(Só mais um poeminha sem título)

Possibilidade,
Nada que ultrapassasse essa agonia.
Ventania que deveras não soprava
Chuva que por horas não caía.

Passos que por sua vez não levavam
Tempo que em segundos percorriam
Gerando longos dias, quem sabe anos,
Anos que não se viviam.

Repetiam-se as horas e as desculpas
Fingia-se ignorância e alegria.
Possibilidades, nada além disso:
Agonia que por tempos mal armados
Arrancavam-lhe as almas enfraquecidas
E as consumiam.

Um comentário:

malakl disse...

Amoreh esqueve poeminhas alegres =D eh soh vc lembrar o tanto q eu te amo =P