3.09.2011

Aniversário

Retrato(Auto???)

Pobre que sou,

Vazia de qualquer intensidade

Intensa de toda coisa indefinida

Indefinida.

Amo por amar sem saber fazê-lo.

Faço por ser inevitável ato,

Ajo inconsciente dos meus passos.

Finjo que está tudo bem.

Fujo em círculos curtos e pesados

Dos meus fantasmas mais sombrios

Mato-os todos os dias sem piedade

Retornando eles, sem fazer alarde disso.

Tenho pena de mim,

Tenho ódio da autocomiseração

Tenho compaixão pelos que odeiam

Sou pobre de espírito

Vazia de qualquer intensidade

Intensa de qualquer coisa indefinida

Indefinida.

Lara(17/10/2004)


Semana que vem é meu aniversário. 29 anos. Lembrei-me que quando era mais nova eu acreditava que só viveria até esta idade. Acho que eu tinha um medo danado de envelhecer, talvez ainda hoje tenha, mas espero sinceramente viver muito mais.

No final das contas essa idade sempre foi bastante simbólica para mim, uma espécie de rito de passagem, que sinto na pele, me espetando, me instigando a viver mais, e até mesmo a errar mais.

Uma coisa meio sociedade dos poetas mortos corre nos meus pensamentos tão ocupados com as obrigações diárias. Obrigações, profissionais, sociais, acadêmicas...Bah....

Não quero me reduzir tardiamente ao egoísmo adolescente de viver em busca de satisfação rápida...mas a existência ainda que fugaz precisa de um significado próprio...quem sabe neste ano eu não descubra qual?

4 comentários:

Um brasileiro disse...

Oi moça. Tudo blz? Aqui vai meu parabéns antecipado. Avida anda. Ela não para. Temos que segui-la. Ir sempre em frente. Ela só termina com a gente e a gente so termina quando ela acaba para nós. Apareça por la. Abraços.

Elias disse...

é, rsrs, já me pergunto isso com meus quase 25 anos! rsrs [faço aniversário dia 26 deste mes]

mas agente alcança sim, vamos, além de vivermos muito tempo ainda, ter a certeza de q no final da nossa vida alcançamos tudo que queríamos!

o/
abraçooooo

Lady Lycosa disse...

Parabéns antecipado então!!!!!
hehe..que engraçdo também quando criança tinha uma idade máxima para mim: 52. Hoje acho que passo dos 100! rsrs...

Salve Jorge disse...

Indefinida
Você
E a vida
Mas não à mercê
De tanto que não se vê
Não tem muito porquê
A paisagem que é colorida
É coisa de ser sentida
E não definida
Só assim infinita
A dita
E vossa excelência
Que além de paciência
Tem que cantar que "é bonita.. é bonita e é bonita..."
Mesmo com tanta incoerência
Tanta falta de clemência
O caminho não se evita
Que logo algo te agita
Te leva
Rodopia
E faz dançar alheia ao mundo
Que lá no fundo
Tá no olhar enxergar a magia...

P.s - Sinta-se abraçada minha amiga..
P.s 2 - "Passei 29 meses num navio.. e 29 dias na prisão.. e aos 29 com o retorno de saturno, estou aprendendo a viver.. sem você.."